14 outubro 2006

Chuva na minha Janela


Hoje,chove
Chove de tudo
Chove de nada
Contudo chove
Chove por tudo
Chove por nada
Em todos os sitios
Em tudo o quanto é lado.
Vejo a tua imagem
Nas vidraças da janela
O teu sorriso
Sorriso de viagem
Como o sorrir de até logo
Ou até à volta
Imagem que se espuma
Já não vejo nada
Nem na janela
Nem através dela.
Mas, comigo sempre....
Sempre fica a tua imagem.

Autor: Victor de Cellanueva

Sem comentários:

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas