14 outubro 2006

Tela

Sussurro as palavras,
Que quero ouvir,
Só para mim
Com alento
Divago no tempo,
Que já não tenho
A cada dia que passa...
Acrescento mais um,
De esperança
Não desistirei do meu sol,
Nem do meu céu azul
Procuro o pincel...
Com todas as cores
Para colorir,
O vazio incolor,
Que me invade
Vou plantar
Um novo sonho
Que irá crescer,
E transformar-se...
Num imenso jardim,
De muitas cores
Sacudirei o pó que me ofusca
Irei atrás da história colorida
Sempre pintada, a preto e branco
Seguirei o cheiro a primavera
Deixarei de vez, o inverno
Cinzento...e frio

1 comentário:

MRelvas disse...

Bela paleta de cores,caro Mário Margaride.
Raiar o sol da esperança que nunca pode esmorecer.Demore o tempo que levar...

Um abraço
MR

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas