19 setembro 2006

Ensino, para onde vais?


Ao assistir ao debate na R.T.P de 18-09-2006, no programa (Prós e contras) intitulado "O estado da educação".
Conclui, que de facto por muitas reformas que se façam no âmbito da educação, serão sempre bloqueadas pelos sindicatos.
Como deu para se constatar no dito debate.
Em Portugal, há um vício de forma, por parte dos sindicatos, que sistematicamente se intrometem, em áreas, que não são do âmbito laboral, é para isso que eles existem.
Não para meter o "nariz" onde não são chamados.
Como na área pedagógica, na gestão, na autonomia, nos conselhos executivos, e directivos, das escolas.
Os sindicatos continuamente têm por "vício", meter a "foice em seara alheia".
Estas áreas, são da competência do ministério da Educação.
Que por sua vez, delega para a autonomia das escolas.
Que uma vez definidas, constituirão o seu modelo de gestão, o seu concelho directivo, executivo, pedagógico, este...abrangente às associações de pais e demais parceiros.
Aos sindicatos compete, defender os interesses laborais, e demais questões a eles ligados.
Como o estatuto de carreiras, e a sua progressão, etc, esse é o papel dos sindicatos!
Enquanto os sindicatos, e os professores, por sua vez, por eles arrastados , continuarem a não se preocuparem, com lhes compete, ensinarem.
E só se preocuparem com questões laborais.
Por mais reformas que se façam, de nada adiantam!
É "vira o disco e toca o mesmo".
É que durante o dito debate "Prós e contras", pouco se falou nos alunos!
Eles sim, é que são, e sempre serão, o alvo do ensino!
Para isso é que existem as escolas.
Mas sindicatos e professores, preocupam-se mais, com os seus interesses laborais, do que no fundo, com a sua função, que é de ensinar!
Enquanto sindicatos e professores assim continuarem, não há reforma que resista, nem pode haver jamais, sucesso escolar!

3 comentários:

MRelvas disse...

De acordo...13 sindicatos,todos mamam à custa dos profes,mas eles nem reparam nisso.Na PSP é igual...povo distráido do real...preocupem-se com as questões realmente de interesse e não de lóby!

Cumprimentos

prfessor com muito orgulho disse...

não temos condiçõs para dar as aulas que queremos.Quanto aos sindicatos,cada um desconta se quizer.Eu desconto para 1,sómente.

desculpem,mas não resisti a meter o bedelho!

david santos disse...

Um abraço, Mário.
Cuidado, Mário! Ser professor não é brincadeira. É uma actividade muito digna. Eu sei que quando escrevemos o nosso sentimento nem sempre está claramente contido nos nossos escritos. Quase sempre dão a entender a quem nos lê a parte agressiva e não o nosso verdadeiro sentir. Aliás, só estou a dizer isto, por saber que o Mário é amante das boas coisas, do bem e da amizade, mas o seu texto pode confundir os professores. Embora haja profesores e professores, o que não deixam de o ser, o Mário, sei a certeza não ser sua intenção, generaliza um pouco.
Um grande abraço, amigo.

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas