10 setembro 2006

O teu olhar mãe

Esse olhar teu,
Não sei que tem...
Faz-me lembrar
Aquele olhar
Da Santa mãe
Que está no céu

Tão meigo e triste,
Faz-me cismar...
Só lá no céu
Encontro eu,
Algo que existe
No teu olhar!

Olhar que encanta,
Que cura a dor
Ho meu amor,
És uma Santa!


Conceição Bernardino

5 comentários:

victor simoes disse...

Muito bonito, e mãe à só uma não é?
Parabéns Conceição.

MRelvas disse...

Mãe que tanto sofreste por mim...por nós e sofres ainda...pelo neto por todos e de vez em quando por ti...como te amo!

Obrigado Conceição!

david santos disse...

Ó Conceição, Conceição! Muitos parabéns. Não encontro a palavra indicada para lhe agradecer. Dizer adorei é o mínimo que me ocorre neste momento.
Sinceramente, Conceição!

Muito obrigado, amiga!

A. João Soares disse...

Parabéns Conceição. A Mãe merece todas as homenagens.
Mas a Conceição certamente também tem dado à mãe motivos para ter um olhr alegre de vaidade pela filha que tem, de prazer pelas boas acçõe e os êxitos da filha.
Desculpe o reparo, mas julgo faltar essa referência ao olhar feliz da mãe, de aprovação e de prémio aos seus rebentos.
Continue a deixar correr a sua veia poética e a brindar os leitores com os seus versos

Conceição Bernardino disse...

Obrigada a todos de coração, pelo carinho que me deram neste poema.
Muito obrigada,
Conceição

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas