02 outubro 2006

HÁ QUEM PENSE HAVER QUEM NÃO PENSE

«Podem pensar que não penso, mas penso.» Disse-me o João como que a lamentar-se.
Claro que pensas, respondei eu, todas as pessoas pensam. Mas naquela ocasião, eu próprio fiquei a pensar e aguardei o momento mais adquado para lhe perguntar: Por que motivo disseste isso, João?
«Vou-lhe dizer, mas não quero que o senhor professor me dê um conselho diplomático, quero que seja sincero.»
Nunca fui ambíguo com os meus alunos, converso com eles com a maior clareza que tenho. Aliás, de outra forma, não podia ser. Os meus alunos são a razão e a justificação da minha utilidade. Nunca seria ambíguo para com eles. Jamais! Agora quero que me digas, por que motivo estás tão diferente. Não me pareces o João do costume.
«Desculpe por lhe ter falado como falei. pois sei muito bem que ambiguidades não são com o senhor. Espero que me venha a desculpar.»
Qual desculpa!? Tu és um menino brilhante. Se me pediste sinceridade, tens os teus motivos e eu, como teu amigo que sou, quero que me digas tudo, mesmo tudo, está bem?
Notando que eu estava ali para o ajudar, João teve este lamento: «Minha querida mãe, que está desempregada, foi pedir trabalho a uma empresa. Perguntaram-lhe se ela tinha algum filho. Sabe o que lhe responderam? Sabe, senhor professor?»
Não, não sei.
«Que não empregavam mulheres com filhos... Que ando eu aqui a fazer, senhor professor? A estorvar os meus pais, pois claro!»
Não João! Não penses assim! A tua mãe é uma boa mulher e, como tu sabes, uma boa mãe. O teu pai, um bom pai. Porém, a pessoa que não deu trabalho à tua mãe por ela ser mãe, jamais será aquilo que pensa ser. Será, isso sim, o que dela digo: impreparada, inculta, mas pior ainda: desumana. Por isso, pensa sempre bem. A sociedade permite maus pensamentos, mas as pessoas com maus pensamentos, embora façam parte dela, não prestam...
david santos

1 comentário:

MRelvas disse...

Fui deirector de vendas de uma empresa nacional,que representava marcas conhecidas no sector da cosmética e da perfumaria..."espero não o ter surpreendido",caro David,marcas entre elas a Hugo Boss.O Presidente do grupo,quando fazia entrevistas para o quadro de vendas,maioritáriamente (95%) feminino,perguntava sempre se eram casadas,se pensavam casar,ter filhos em breve,ou se tinham filhos!Qualquer resposta positiva dava direito à não contratação.Quando estavam ao serviço,injustamente despedia as grávidas que não estavam efectivas,(despedia sempre antes de efectivarem.

Defendi sempre as "meninas",desde que não me mentissem e actuassem com amizade.Algumas vezes fui surpreendido pela negativa.

Digo-lhe mais,despedi-me uma vez,porque não concordei com o despedimento de 3 de uma vez...

Que tal,sou um reacionário com coração?Ou os partidos são meros nomes que se aplicam aquilo que não tem valor?

"O carácter, a lealdade,a fidelidade,a obediência e a determinação são valores inalienáveis do Comando", lembra-se,caro david?

O que eu passei caro David.

Nem td o que parece é!

Um abraço amigo David!

Mas a recompensa veio agora, a multinacional Procter & Gamble,detentora das marcas,retirou-lha alegando vir para cá directamente.A empresa está fechada.
Agora a P&G (sei-o) porque me disseram,pensa e vai fazê-lo,não sei até se já o fez,manterá em Portugal apenas e só os vendedores suficientes para dar cobertura à rede nacional,encerrando o armazém e escritórios e passa td para Madrid.

Belo,não e andamos nós ao beijamão aos espanhóis...

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas