01 outubro 2006

70º Aniversário da Ordem dos Engenheiros


A Ordem dos engenheiros comemora o seu 70º aniversário, com a apresentação ao Governo de 12 recomendações, para evitar derrapagens financeiras e de tempo, nas obras públicas.

Será que nos Governos anteriores, assim como no actual, não o sabem? Nas conversas de bancada (café), o que não faltam é histórias às vezes contadas na primeira pessoa, sobre o "modus operandis", que já é muito conhecido ao ponto do cidadão comum, não se espantar! Orçamentam-se obras por baixo, até mesmo valores inferiores aos custos, visando ganhar a adjudicação da empreitada, os ganhos virão a seguir nas correcções ao projecto, serviços extras não previstos. Os lucros, os verdadeiros e chorudos mesmo, vêm destas correcções pós projecto!

Ora, sendo do domínio público, aínda que não confessado, pelos nossos responsáveis políticos. Como se compreende, que sábios Doutores, pagos pelo erário público que até fizeram juramento de bem servir Portugal e os portugueses, não o saibam?

Será caso para umas pertinentes questões! Quantos e que interesses estão por detrás das derrapagens? Quem beneficia com o facto? Será que o sistema estatal, os processos de organização e gestão pecam por deficiência? Porque é que há tantos anos a derrapar milhões de milhões de euros (antes escudos), e pelas cadeiras do poder já passou tanta gente e nada fez, para corrigir a situação?
Ler mais...

1 comentário:

MRelvas disse...

Caro amigo Victor,essas derrapagens já vêm na sequência de que as obras nunca são feitas para o futuro,são feitas para quando acabam,depois da demora e dos engarrafamentos,outros,começar nova empreitada de melhoramento.Assim,como obras mal planeadas (ou de propósito),com as ditas derrapagens...só deveriam pagar derrapagens quando a culpa é fora das responsabilidades da empresa construtora,mas da entidade pública reqisitante.E aqui em minha modesta opinião,deveriam ser responsabilizados os que encomendaram a obra.Responsabilizados civilmente e caso se justifique,criminalmente.
Veja-se o caso da construção do Estádio Municipal de Braga...deu para tudo.A oposição reclama justiça e contas reais e a câmara diz que está tudo bem.A oposição diz que o Tribunal de Contas condena a câmara.O presidente diz que o que o Tribunal de Contas mais poderá fazer é dar-lhe umas chicotadas na Avenida Central.

Boa vai ela!

Um abraço

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas