03 setembro 2006

Modernizar A VOZ DO POVO

Aceito o desafio que me é feito de tornar pública a sugestão apresentada há dias, no sentido de dar mais vida à voz dos silenciosos. A sugestão é a seguinte:

A voz do povo só existe se o povo falar, verdade de La Palice! Mas a realidade portuguesa é avessa a estimular as pessoas a falar. Vivem encerradas num «bunker» de paredes espessas, com demasiado cuidado em defender as suas opiniões, ou mesmo evitando tê-las. Tenho visitado blogues brasileiros em que os comentários atingem várias dezenas, às vezes apenas para cumprimentar o autor, em linguagem espontânea, sem artifícios, com abertura. Connosco isso parece uma visão utópica de um futuro distante.

Como se depreende do título do nosso Blogue, «A VOZ DO POVO» pretende dar voz às pessoas, estimular a troca de opiniões, enriquecendo o saber dos colaboradores, levando-os a repensar a sua maneira de ver os problemas focados. A verdade não é absoluta e convém fazer uma aproximação por tentativas, por etapas. As ideias são como a água; se não forem agitadas
transformam-se num charco putrefacto.

Tive a ideia de a administração do blogue fazer um desafio aos colaboradores, e talvez também aos visitantes, da seguinte forma: Escolher um tema de interesse nacional e actual e convidar as pessoas a escrever sobre ele um texto com limites mínimo e máximo de palavras. Para uns não
serem influenciados pelos textos dos outros, deveriam ser enviados para a administração, por e-mail, até um prazo por esta fixado e, depois, publicados de preferência num mesmo dia ou em dias sucessivos, por sorteio. Os textos dos visitantes, se o desafio fosse aberto a eles, seriam
publicados se a administração os considerasse com qualidade e adequados à filosofia do Blogue. Após a publicação surgiriam os comentários ou novos textos a defender as posições tomadas, perante as opiniões diferentes ou opostas. Isto estimularia a saída do bunker, levando as pessoas a perder o medo de emitir opinião.

Tenho consciência de que esta «brincadeira» daria trabalho à administração, ocupando algum tempo, mas estou convicto de que contribuiria para elevar mais a posição do blogue, na opinião pública, atraindo mais visitantes e dando mais calor ao debate de ideias.

7 comentários:

A VOZ DO POVO disse...

Amigo João, na minha modesta opinião, eu gosto do formato em tema livre e aberto, o meu voto vai no sentido de manter o formato, na opinião de alguns leitores que me tem chegado, o interessante do blogue está no formato de abertura ao cidadão comum.
Cumprimentos

A. João Soares disse...

Não sugiro que se altere a abertura actual. Apenas uns «jogos florais» para aprofundamento de um tema actual de reconhacida importância, uma vez por outra, em que se confrontariam, somariam, opiniões diferentes, inicialmnte espontâneas, sem serem influenciadas pelos outros. Em que as opiniõs se confrontariam sem ter intenção de conflito com outro.

MRelvas disse...

Eu estou de acordo com o comentário da voz do povo!
De vez em quando poderá ser lançada uma dicussão sobre um tema e todos poderão ecrever sobre aquele,confrontando opiniões se o entenderem,tal como o Sr João Soares pretende!
Acho que este formato está positivo e livre!

Cumprimentos
MR

Mário Margaride disse...

Concordo plenamente com a opinião de "A VOZ DO POVO". Quando me convidaram a colaborar neste blogue, concordei com a sua filosofia, caso contrário não teria aceite. Partindo desse pressuposto, sou pela manutenção do formato actual.
Cada um é livre de expressar a sua opinião em liberdade, sem restrições e democráticamente!
Não veria com bons olhos, alguém impor um tema para debate! Isso altereraria, a filosofia do próprio blogue!
Transformar-se-ia o blogue de se quer de opinião diversificada, num fórum, que é outra coisa completamente diferente!
Cumprimentos

A. João Soares disse...

É realmente verdade que nos tempos actuais, as pessoas, pressionadas pelo stress e pelas atracções de múltiplos afazeres, não têm disponibilidade para ler atentamente um texto mais longo. E confesso o meu defeito de não me restringir a frases curtas do tipo dos dez mandamentos. Mas, como não sou Deus, sinto necessidade de explicar o meu pensamento, o que nem sempre consigo. Disto me penitencio.
Não está dito nem no «post» nem no comentário que já aqui deixei que proponho a alteração da filosofia de A VOZ DO POVO. Longe de mim contribuir para restriçõea de opiniões diversificadas. Apenas, somente, sugeri que, uma vez por outra, em simultâneo com os artigos livres e espontâneos, se convidem os colaboradores habituais e os visitantes a debater um tema de actualidade que a administração escolha. A forma de publicação simultânea, a cargo da administração serviria, apenas, somente, para que os textos fossem totalmente livres e isentos, sem serem influenciados pelos surgidos antes.
Gostava que a minha sugestão não fosse apreciada de forma menos justa.

victor simoes disse...

Ora aqui está uma troca de ideias e opiniões salutar e democrática, a meu ver e concordo com a Voz do Povo, sem tabém discordar do amigo João e por que não no seguimento deste blogue que manterá a estrutura e filosofia de tema livre, não criarmos o "A Voz do Povo II", e nesse sim poderiamos colocar um tema relevante, semanalmente e já agora e caso concordem, quem quizer administrar, colaborando com a administração, será bem aceite, isto é um pouco trabalhoso, mas sem trabalho não se faz nada.
Um abraço a todos.

MRelvas disse...

Poderá ser assim caro João.
cumprimentos
MRelvas

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas